quinta-feira, 30 de abril de 2009

Por onde os meus passos me levam - UM PASSEIO ATÉ CASAL DE S.SIMÃO

Este foi um daqueles passeios que me fez morrer de "inveja", e já vão perceber porquê!


Chegar a Casal de S. Simão é relativamente fácil. Vai-se até à Lousã, segue-se para Miranda do Corvo e daí segue-se para o Espinhal, no cruzamento dos Casais do Cabra, um pouco à frente do Espinhal, vira-se à esquerda em direcção a Pontão-Avelar-Ansião, alguns Kilómetros à frente vira-se para o IC8, em direcção a Castelo Branco e passados poucos kms é só sair, para a direita, na saída "Aguda/Fato" e seguir a sinalização para o "Casal de S.Simão", a 2 km da saída.

Um passeio pelas ruas basta para nos levar até ao Esporão antigo, quase conseguimos imaginar que o nosso velhinho lugar finalmente rumou na direcção certa.
Mas aqui os pequenos pormenores fazem toda a diferença.
Ele é a cor e o estilo certo nas madeiras(um tom preto baço e não castanho), a não existência de postes de cimento na iluminação exterior(toda a electricidade é subterrânea), os lindissímos candeeiros em estilo antigo, os pequenos telheiros, os pormenores das janelas, das portas, enfim, um mundo de pequenos pormenores que juntos fazem um universo de diferença...nem sei o que dizer.

Parece que alguém chegou àquela terra e disse: "atenção isto é assim e não pode ser de outra maneira". E não é que a terra é linda?
A sério, venham lá dar uma volta e depois voltem para o Esporão, vão ver que voltam cheios de ideias para aplicar na nossa terra.

É evidente que o facto de o "Casal de S.Simão" fazer parte da "rede das Aldeias de xisto" ajudou muito, os apoios sempre têm a sua importância.
Mas sabem qual é o meu sonho?...é que o nosso Esporão, mesmo sem subsidios, vá pouco a pouco trilhando os caminhos do xisto, mesmo apenas só com a nossa vontade, com a nossa boa vontade e pouco mais...com o nosso querer.
Provavelmente vão pensar que estou a inventar, mas o que vou dizer é a mais pura das verdades...há muitos anos atrás, quando o lugar antigo do Esporão era um mar de ruínas sem fim, eu coloquei uma faixa branca, enorme, entre dois postes, bem no meio do lugar Antigo, onde escrevi: "VAMOS SALVAR O LUGAR!"... E ainda me lembro de alguem ter perguntado..."quem foi o maluco que meteu aquele pano branco lá em baixo?..." Pois o maluco fui eu, e o Lugar Antigo do Esporão está quase salvo, não fui eu que o salvei, mas gosto de pensar que dei uma ajudinha!....

3 comentários:

Sobreiras lugar velho do Esporão disse...

Boa tarde amigo Abílio.
Bonitas fotos, bonitas casas.
É verdade sim senhor,és mesmo um "gandamaluco"meu.Mas olha...Tu és dos bons!...
Já uma vez disse,que tens uma quota-parte de eu gostar tanto do fundo do lugar.
Uma abraço
A.Filipe

A.C.B. disse...

Obrigado Adriano, sabes bem que eu, e não só eu, sou um fanático sem cura do lugar antigo.
Só espero que não se torna moda chamar-me "gandamaluco"...já é a 2 vez em 20 anos.
Um grande abraço.

O.Bandeira disse...

Uma aldeia lindissima!
Gostava de ver o Esporão assim!

(eu em vez de te chamar "gandamaluco"chamo-te Gandainteligente...mas VINTE VEZES EM DOIS ANOS)

Bom fim de semana

O.Bandeira