quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

NOVAMENTE O PROBLEMA DA RUA DE SANTO ANTÓNIO

O nosso amigo Adriano Rodrigues voltou, e muito bem, a tentar fazer qualquer coisa pela resolução do problema da falta de escoamento das águas pluviais desta Rua da nossa terra.
Não sabemos, mas imaginamos, o que o Adriano escreveu à Câmara, sabemos apenas o que esta lhe respondeu.
Com a compreensão do nosso amigo Paulo Afonso, aqui publicamos a resposta da Câmara de Góis, (que para ser lida basta clicar em cima dela) retirada do nosso Blog irmão "Aldeia do Esporão".
Força Adriano e obrigado em nome de todos.

2 comentários:

Anónimo disse...

Amigo Abílio,também envei para Tí um correio elect. c/ a mesma mensagem á do" irmão Aldeia do Esporão".-Dizes bem!,atentar fazer qualquer coisa:-Começou como podes ver nas publicações nos blogs em 11-12.07. A semente foi lançada ,talvez prematuramente, mas quem sabe se não germina e a nossa Edilidade venha a dar o fruto que todos ambiciona-mos.Não agradeças ,pois nada foi feito ,eu é que agradeço a força moral que transmites.Vou formular aquí,um pedido ,não façamos disto uma bandeira ou pedra de arremesso,a quem quer que seja ,"Pessoas ou Instituições".-Somos livres de pensar e de agir ,conforme a nossa consciência dita,ou convicções,está tudo muito certo.Mas falar por falar, não vale a pena e de nada nos serve creio eu.Não sou advogado de defesa de coisa alguma .O que fiz! Qualquer cidadão deste País o pode e deve fazer,independentemente de poder-mos gostar de qualquer cor do Arco-Ires.
Saudações amigas A.Filipe

Abílio Cardoso Bandeira disse...

Amigo Adriano, falas-te muito bem. E concordo em absoluto.
Vamos lá a ver, o facto de alguém falar num problema que deve ser resolvido, ou em algo, que no seu entender, pode ser melhorado ou até mesmo evitado, não é falar contra ninguém!
Tentando explicar melhor o que quero dizer: Se eu dizer que é lamentável não se fazer isto, ou aquilo,ou se eu fizer algo para resolver um problema, ou pelo menos o trouxer para a ribalta, não estou a criticar ninguém por nada fazer para resolver o problema, ou aquilo que eu acho que é um problema.
Penso que estou até a dar mais força.
Pelo menos eu sempre fui adepto da velha máxima "da discussão nasce a Luz".
E ninguém tem, por si só, o exclusivo da reivindicação.
Relativamente ao meu E-mail, confesso que passa-se dias e dias que me esqueço de lá ir.
Aliás, brevemente, o "Terras do Esporão" irá criar e divulgar um E-Mail, precisamente para receber e divulgar mais rapidamente as notícias que nos forem enviadas.
Um abraço.